Descomplicar e Valorizar a Saúde Pélvica

Fisioterapia | 4 de Jun de 2021 10:42

Descomplicar e Valorizar a Saúde Pélvica

     Poderíamos definir Saúde Pélvica como um estado de completo bem-estar físico, psíquico e social, incluíndo a integração e participação da pessoa no meio em que está inserida. Vai, por isso, bem além da ausência de doença. É também deste modo que a organização mundial de saúde (OMS) define o conceito geral de Saúde, evidenciando que a Saúde Pélvica não se esgota em especificidades, e vai além da integridade e do bom funcionamento dos orgãos e outras estruturas contidos na bacia e suas aparentes fronteiras: integra-se com todos os sistemas do corpo e tem uma relação particular com a respiração, com a digestão e com as emoções. Significa isto que uma alteração do trabalho de um ou mais destes sistemas pode desencadear problemas com a sua saúde pélvica; o reverso também se aplica. E é verdade ainda que os problemas poderão estar exclusivamente localizados na pelve, embora esta talvez seja a condição menos comum. E ainda que assim seja, a intervenção para restaurar a Saúde Pélvica vai buscar a ajuda destes outros sistemas: o trabalho respiratório, a optimização do processo digestivo, o recrutamento de outros músculos para além dos do pavimento pélvico, e o entendimento da situação emocional da Pessoa, são ferramentas chave para o sucesso.

     Quando pensamos nos problemas que desafiam a saúde pélvica, o mais conhecido e também mais comum, é a incontinência urinária. Mas outros poderão surgir: outras formas de incontinência (anal e fecal); dor pélvica ou à distância; obstipação (também conhecida como prisão de ventre) e outros problemas digestivos “baixos”; poderá ocorrer a descida de orgãos ou  de estruturas pélvicos, conhecida por prolapso; e surgir problemas associados à sexualidade.

   Pelo mundo fora, a comunidade clínico-cientifica continua a apontar a fisioterapia como a primeira linha de intervenção em problemas relacionados com a Saúde Pélvica. A abordagem passa por uma entrevista compassiva e detalhada, um exame físico completo que pode ou não incluir um exame pélvico interno, e pela comunicação com profissionais de outras áreas clinicas (médico de familia, ginecologista-obstetra, urologista, psicólogo, gastroenterologista, especialista da dor, outras áreas da fisioterapia…).

     As fases mais vulneráveis da saúde da mulher estão associadas aos períodos de gravidez, parto, pós-parto e menopausa. A maior vulnerabilidade, contudo, acontece na mulher que não está consciente ou não conhece o seu corpo, que não sabe senti-lo, observá-lo e interpretar os seus sinais. A boa-nova é que nunca é demasiado tarde para aprender sobre a sua Saúde Pélvica e assim contribuir para o Estado de Saúde no seu todo, o tal sítio onde se encontra o dinâmico equilíbrio entre as diversas dimensões de cada pessoa.

Elizabeth Braga
Fisioterapeuta da Clínica Neurodor
Especialista em Saúde da Mulher (Saúde Pélvica & Oncologia Mamária)

fisioterapia | 28 de Jun de 2020 19:56

Intervenção Diferenciada em Fisioterapia Neurológica

No princípio do ano, a Clínica Neurodor, em Vila Nova de Famalicão iniciou a actuação na área da Fisioterapia...

fisioterapia | 8 de Jan de 2019 15:31

Fisioterapia na Dor 'Ciática'

A chamada dor “ciática” afeta atualmente milhares de Portugueses, habitualmente a partir dos 40 ou 50 anos, sendo uma dor causado por...

fisioterapia | 26 de Mai de 2021 12:03

Fisioterapeuta Elizabeth Braga, Especialista em Saúde da Mulher

A Neurodor continua a crescer e a apostar em Profissionais de Excelência, com o propósito de causar impacto na saúde e qualidade de vida...

Subscreva a nossa NEWSLETTER!